30 de jan de 2012

Diário de Bordo


Não é a primeira vez que viajo e tento fazer um “diário de bordo”, e com certeza também não será a última, mas devido a minha irregularidade para postar, acabo nunca colocando a idéia em prática.
Dessa vez resolvi fazer apenas um relato de como foi minha viagem, por que afinal de contas, se não deixarmos registrado, agente acaba esquecendo-se de certos deleites da vida, pois nós seres humanos sempre nos lembramos das coisas ruins e esquecemos as boas...
Para começo de conversa, a viagem foi muito boa, apesar de ter que ficar 12 horas sentada dentro do carro esperando chegar ao meu destino, segundo, os sete dias que lá passei foram ótimos, pois andei de bicicleta como eu não andava há séculos, passe-ei bastante, fui bastante no mar, passe-ei com meu cachorro e quase não conversei com meu namorado, porque afinal de contas a operadora do meu celular é uma porcaria.
Foi muito bons os dias que passei na praia, ajudei a minha avó um mocado no comércio dela, para falar a verdade ajudei bastante, mas fui recompensada com um maravilhoso milksheik de chocolate.
Minha avó mora numa cidade que tem praia, mas que é interior, e não, minha familia não é dessa cidade (Graças a Deus), mas isso é assunto para outro poste, o que interessa saber é que lá é uma cidadizinha pacata quando não têm turistas, mas que apesar de tudo, tem seu lado bom.
Sinceramente, se eu tivesse que morar aqui, eu não iria querer... Aqui é bom apenas para passar as férias.
Ir para esta cidade foi ótimo, pois afinal de contas eu acabei dessestressando da minha rotina, espero sinceramente que eu esteja pronta para outro ano supper cansativo, mas não foi só por isso que foi bom vir aqui não, ressuscitei uma ideia que a muito rondava a minha cabeça e que por algum motivo obscuro eu não colocava em pratica: voltar a pintar. Não, eu não pinto em tela, mas pinto em tecido e sinceramente, gosto, estava sentindo falta, sempre gostei de desenhar, pintar, colorir, e como não pude ainda aprender pintar em tela, acabei fazendo um cursinho de pintura em tecido, que foi ótimo, mas isso foi a tantos anos atrás... Tomei coragem e acabei comprando lá na praia mesmo um material basicão para recomeçar a pintar...
Outra coisa que gosto, mas não é tanto assim, é cozinhar, pegar receitas e fazer... mas até pouco tempo, eu era um desastre para isso (eu sei cozinhar tah?), comecei a reparar na quantidade de livros de culinária que eu comprei ano passado, primeiro o le pettit larousse do chocolate, depois dois livros de cupcakes, um desejo ainda não saciado por comprar um livro da larousse de receitas e varios os mini livros, além dos de fazer salgadinhos...
Esse mês no desafio literario, o tema era: Gastronomia, bem acabei deixando o livro julie e julia como reserva, mas acabei lendo, e lendo o livro, acabei inspirada em tentar ousar novamente na cozinha, e você se pergunta e o que isso tem haver com a praia? Eu lhe respondo: Comprei uma agenda de culinária aqui e já até sei qual a primeira receita que vou anotar nele: patê de ricota.
No geral foi isso, acabei comprando umas revistas de decoupagem e encontrando uma caixa com gavetas que irei levar para usar na igreja, mas que irei usar as tão sonhadas tecnicas de decoupagem.
É eu sou louca,e minha familia é biruta...

Bjkas e sim, esse post foi sem pé e nem cabeça...

Nenhum comentário: