30 de jan de 2012

Desafio Literário: Papel Manteiga para embrulhar Segredos – Cristiane Lisbôa


Acho que o mais legal no desafio literário é viajar por temas que não viajariamos ou que até gostariamos de ler (como é o meu caso), mas que acabamos não lendo por um motivo ou outro.
O tema desse mês é gatronomia!
Não livros de gastronomia em si, mas de livros que usem esse tema como ponto de partida para suas estórias...
Sempre me aventuro a escolher um dos livros sugeridos, neste caso foi papel manteiga para embrulhar segredos.
De fato, o titulo chamou minha atenção, mas fiquei desconfiada, resolvi investigar e gostei do que descobri, fiquei louca para ler o livro. Mas confesso que fiquei um pouco decepcionada com o número de páginas, o tamanho do livro e a primeira carta, mas a medida que embreava-me por suas páginas, fiquei encantada, queria que tivesse 10 vezes mais páginas do que realmente tem, mas me satisfiz com a estória.
Antes de apresentar o enredo, gostária de dizer que fiquei encantada com a forma como Cristiane Lisbôa escreve, na época tão jovem, mas ao mesmo tempo tão experiente...
Nosso livrinho conta a história de Antônia, que vai para lá onde judas perdeu as botas, aprender com Srta Virginia (Uma senhora para lá de complexa) os mistérios da culinária.
A autora não se preocupa em nós dar uma localização de onde corre a estória, as poucas informações que temos são através das cartas que a garota escreve para sua bisavó e é atraves dessas cartas que entendemos o mundo que cerca a vida de Antônia, mas tudo ocorre lentamente no decorrer das 101 páginas.
Entre as cartas há sempre receitas, que euzinha pretendo, Deus sabe quando, experimentar. Receitas fáceis, mas com um jeitinho refinado.
O que mais me encantou foi a forma poetica da autora escrever, quase me sentia lá, junto com a Antônia, vivendo as peripécias da garota que correu atrás de seus sonhos.
Minha nota para o livro??? 5 (Numa escala de 1 a 5, é claro).
Foi um prazer ler um livros nacional contemporâneo de tal qualidade, estou louca para ler os outros livros da autora, que parece ter um estilo bem encantador de escrever. Aprendi muito com Antônia e me encantei com o lugar para onde ela foi e com o contato intímo que aprendi a ter com os alimentos.
Deixo com vocês, um trecho do livro e uma receitinha...
(...) Bisinha,
Se engana a senhora e me enganei eu pensando que depois daquela noite memorável, com aplausos e lágrimas, as coisas iriam mudar por aqui. Aliás, esses dias, quando ri dizendo que as medidas da Senhorita eram por demais subjetivas ‘uma nova de licor, um nada de estragão, uma ponta de mostarda’, tive que voltar ao castigo primário, lá do início do aprendizado: comer terra. (...)” – Página 71.

Batatas Gratinadas
600g de batatas descascadas
300ml de creme de leite fresco
2 ovos batidos
2 alhos picados
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
Manteiga para untar
Folhinhas de tomilho fresco
Pimenta branca e sal

Misture o creme, ovos, alhos e temperos. Fatie finamente as batatas e coloque-as no creme. Retire e disponha em assadeira untada com manteiga. Despeje o creme restante e polvilhe com queijo ralado. Asse em forno médio, até as batatas ficarem macias e bem douradas.
(Página 12)

P.S.: Quase me esqueci, a arte gráfica estava nota 10!!!

2 comentários:

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Eu nao conhecia este livro, vi pela primeira vez aqui no DL2012, e tambem gostei muito do tema do livro. Adorei sua resenha, fiquei mais motivada para le-lo!

Anônimo disse...

Oi, oi. Estava procurando a capa do meu livro (hahaha) para um trabalho e dei de cara com este texto cheio de canduras. Muito obrigada por dividir tuas sensações sobre o texto, sobre Antônia, sobre tudo. Obrigada mesmo, Natalie. Foi uma honra saber que fui lida por ti. (:

E ó, já tem o 2. "Duas pessoas são muitas coisas " é a continuação do Papel. E acabou de sair.

Parabéns pelo blog, flor. Virei fã.

um beijo

Cris Lisbôa