Moi


É difícil falar sobre mim, percebo que cada dia que passa me compreendo mais e me compreendo menos. Quando olho para trás vejo que me via de uma forma que não era a correta e nem a errada. Logo, chego a conclusão que como todo ser humano, sou bem complexa.
Então, o que vou colocar aqui nessas páginas são apenas traços da minha personalidade, apenas alguns pedaços de mim, não procure entender-me pelo que escreverei, apenas conheça uma parte de mim.
Não é necessário saber quando nasci ou quantos anos tenho, apenas que se acreditasse em signos (coisa que eu não acredito) o meu seria câncer. Sou simples e ao mesmos tempo complexa, criei esse blog com o intuito de expor o que penso, e ao mesmo tempo servir de diário. Não posso dizer que é um blog literário, mas também não posso descartar essa hipótese, pois afinal de contas escrevo bastante sobre livros, não por que queria escrever um blog literário (Não! Apesar dessa idéia já ter passado pela minha cabeça), mas por que os livros fazem parte de mim e de certa forma me completam.
Esse blog não é nada do que eu desejo que seja, mas admito que esta caminhando para aquilo que quero que ele seja, e desde o primeiro post que fiz aqui (eu já tive outro blog, mas o weblogger deu pau e perdi tudo) sei que tenho trilhado esse caminho, o primeiro passo eu já dei, que venham os próximos...
Gosto de escrever sobre livros por que eles fazem parte de mim e essencialmente de quem eu sou, tenho muitos projetos de coisas que quero colocar no meu blog, mas a maioria não sai do papel, o que é uma pena, pois os acho geniais. Minha idéia não é copiar ninguém, mas ter um estilo próprio e único!
Aqui deixarei registrado coisas sobre minha vida, sobre meus amigos, fotos minhas, imagens que acho lindas, vídeos que me chamam a atenção por qualquer motivos, coisas sobre a língua francesa que tanto me encanta, meus texto, por que afinal de contas quero publicá-los (sejam elas religiosas ou seculares), sejam textos ou poemas ou apenas uma charge ou algum documentário, ou talvez até minha opinião sem noção sobre algo que me irrita ou me chama a atenção.
Quanto o que gosto é simples, o que a maioria das pessoas normais gostam: ler, escrever, mexer no PC, jogar baralho, ler a bíblia, estudar sobre Deus, praticar algum esporte que eu goste (mesmo que seja apenas o levantamento de garfo), falar da minha família, namorado e amigos, não fazer nada, ou ficar na cama vendo a chuva cair e ouvir os ruídos dos trovões...
Mas devo confessar, sou bem mais eclética do que isso! Não tenho pretensões muito grandes de mudar o mundo, mas fazer o que é certo e mudar a minha realidade, para viver um ambiente melhor e assim talvez contamine outras pessoas, para fazer o mesmo. E quem sabe enquanto Jesus não volta, viver em um mundo um pouquinho só melhor...
 

2 comentários:

Milena Ramos disse...

Muito bom o blog. Parabéns!!

Milena Ramos disse...

Muito bom o blog. Parabéns!!