1 de nov de 2010

Conquista de Reis

Eu amo filmes épicos, e sou terrivelmente chata para ver qualquer filme, e isso se deve ao fato de eu ser perfeccionista. Quando vejo um filme, tudo nele deve me agradar: o figurino, a maquiagem, o cenário, a trilha sonora, os atores, o enredo... já dá para ver o quanto eu sou chata, e o maior defeito desses filmes épicos é justamente o fato daprodução não conseguir conciliar tantos esses "detalhes" que fazem o filme ser uma obra prima.
O filme conquista de Reis foi um filme que muito me agradou, não sei por que, mas me agradou. Eu ja disse e repito que filmes e livros são duas formas diferentes de se contar éstórias, e que em uma adaptação de um livro para um filme não dá para ser fidedigno.
No entanto, conquista de reis me agradou muito, em todos os aspectos. Apesar da história e Ester ser uma das minhas prediletas eu não consegui fechar a cara para as modificações.
Hadassa é uma jovem judia, que em um dado momento é convocada para um "concurso de beleza", pois o Rei Assuero (ou Xerxes, o mesmo Xerxes dos 300 de Esparta) deseja para si uma nova Rainha. Conspirações contra o povo Judeu surgem atraves de Hamã (um dos principes Persas), e a salvação depende de Ester.
Eu acho melhor eu calar minha boca por aqui, por que afinal de contas eu sou suspeita para falar de tudo que diz respeito a história de Ester.
A miss Persia

Nenhum comentário: