30 de abr de 2010

Por meio desta eu confesso...

Por meio desta eu confesso:
Estou viciada em Sociedade Secreta!
Pode até parecer piada, mas é a mais pura verdade. Estou viciada nos livros de Diana Peterfreund!
Irônico! Palavra definidora do primeiro livro de sociedade secreta: rosa e túmulo. Opiniões para lá e vamos ao que interessa.
Eu já disse que adoro minhas andanças por livrarias e bibliotecas? Não? Então tenho dito(parafraseando novamente o livro), eu amo! É, foi numa dessas andanças que eu descobri Diana Peterfreund. Acreditem, nem me lembro mais como fui parar na sessão infanto-juvenil, só sei que li a sinopse achei bacana, mas não botei fé. Mais um romancezinho americano de mesmo enredo.
Ledo engano. Por curiosidade procurei mais sobre o livro e aqui estou eu, depois que peguei o primeiro volume não consegui mais parar de ler e em uma semana digeri os quatro livros da série, e por sinal estou louca para conseguir o quinto livro (que são as histórias da qual a protagonista não estava presente para relatar).
Amy Haskel é uma estudante de Literatura da Universidade Eli, ela esta no final de seu terceiro ano na faculdade e esta é a época em que as sociedades secretas do campus começam a recrutar novos membros, Amy quer muito entrar para a Sociedade Pena & Tinta, mas para seu espanto ela foi Chamada para a Rosa & Túmulo, a sociedade secreta mais respeitada de toda a faculdade.
Essa é só a ponta do iceberg, a questão é que ela faz parte do primeiro grupo de mulheres a integrar a R & T, e os patriarcas não estão nada satisfeitos com isso. A vida de Amy vira de cabeça para baixo, a sociedade toma mais tempo do que ela realmente deseja, sua vida parece que vai desmoronar a qualquer momento.
Este livro é apenas o inicio de tudo, Amy é apenas uma neófita, e precisa aprender algumas coisas sobre sua sociedade antes de se tornar uma coveira.
No segundo livro, Sob a Rosa, Amy já esta usufruindo de seus privilégios como coveira, e até conseguiu por um pouco de ordem na loucura que havia se transformado a sua vida, mas a sociedade ainda suga bastante de seu tempo. Mensagens estranhas começam aparecer na caixa de e-mail das coveiras e um site misterioso sobre todos os segredos da Rosa & Túmulo. Alguém estava sabotando a sua sociedade e ela não iria permitir isso...
O terceiro livro da série começa com os coveiros tentando roubar o musóleu do sociedade rival, a Cabeça de Dragão, e subsequentemente eles vão para o Cavador Key, a ilha paradisiaca dos membros da rosa e túmulo. Mas há um problema, Amy tem fobia de água e isso acaba fazendo com que ela se aproxime de um certo alguém...
No quarto e último livro Amy esta de namorado novo, a pessoa da qual todos os leitores amam (Diana tem o dom de nos fazer amar e odiar o mesmo personagem, pois a cada namorado que Amy arranjava eu queria que ela ficasse exatamente com aquele.) Jamie, o mesmo que havia a importunado e a quase matado no ritual de iniciação. Amy agora também tem uma nova missão, escolher o neófito que ira substituí-la.
Os livros são ótimos, leitura super fácil e com algumas doses cavalares de profunda filosofia e cultura. O mais legal é que a história tem como cenário uma faculdade e não uma escola, levando-nos a um mundo novo. Diana tem um dom para escrever(as vezes acredito que seja uma auto biografia, já que vejam algumas semelhanças entre autora e protagonista), envolve-nos em sua trama e quando terminamos queremos mais...

OBS.: Existe um quinto livro, mas apenas conta as histórias que Amy não presenciou durante a série...

Nenhum comentário: