30 de dez de 2011

Retrospectiva Literária - Parte 2





Mais um ano se passou, e aqui estou eu para mais uma retrospectiva Literária!!! Devo Confessar que amo essa idéia de rever tudo que li e o que mais me encantou, pois por mais que amemos todos os nossos livros, uns nós encanta mais do que outros...
Então vamos lá:

RETROSPECTIVA LITERÁRIA 2011



  • O livro infanto-juvenil que mais gostei:
    Eu dificilmente leio livros infanto juvenil, mas devido ao curso de francês e ao desafio literário, acabei lendo alguns. Pensei em o que colocar aqui, pois gostei do que li, mas não tanto assim. Então vi minha lista de livros lidos e me lembrei de Marcelin Caillou. É um livro lindo, li ele em francês e é supper fácil. O livro fala sobre a amizade entre dois garotos que se tornam grandes amigos, um por ficar vermelho sem motivo algum e outro por expirrar sem motivo toda hora. Mostra como eles acabam se tornando grandes amigos e sem querer o destino os separam até que depois de muitos anos, aquele mesmo destino os unem novamente, e que apesar dos anos terem passado a amizade deles permanecia a mesma. É lindo!!!

  • A aventura que me tirou o fôlego:
    A maldição do tigre- Colleen Houck
    Se você gosta de aventuras á la Indiana Jones, cheio de fatos históricos, enigmas e mistérios a desvendar, bom, esse livro é para você! Eu realmente não dava muito pelo livro não, mas a história me cativou justamente por causa do enigma, mistério e aventura, é claro que o romancezinho ajudou, mas só um pouquinho, além de que, essa capa é linda né?


  • O terror que me deixou sem dormir:
    O desaparecimento de Katarina Linden - Helen Grant
    Na verdade, na verdade não me deixou sem dormir não, mas foi emocionante. Uma trama bem escrita.
    Eu não tenho esse negócio de ficar sem dormir de medo não, mas dos livros que li esse seria o que mais se enquadra em terror. O livro é muito bom por sinal, se passa em uma cidade pequena no interior da Alemanha, onde todo mundo, conhece todo mundo, no entanto após o desaparecimento de Katharina Linden, tudo começa mudar e talvez a única pista seja as antigas estórias locais... 

  • O suspense mais eletrizante:
    A sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón
    Todos os livros do Zafón me tiraram o folego, mas esse aqui com certeza foi o que me fez querer roer as unhas (chose que je ne fais jamais), bagunçar os cabelos e ler o final do livro antes de chegar no fim! Ufa, Zafón sabe como me fazer feliz... A sombra do vento, é tudo e nada  do que imaginei, é uma mistura irreverente de histórias, de paixões, passados e livros, ah os livros, eles não podiam faltar neh??? Claro que não, esse livro do zafón me marcou profundamente, me deixou louca e tonta de tão grande que era o suspense!!! Me perdi na irreverente paixão de Julian Carax e Penélope.

  • O romance que me fez suspirar:
    Hadassa - Uma Noite com o Rei - Tommy
    O destino de uma condessa -
Dois lindos romances que me encantaram, o primeiro sobre a minha personagem bíblica predileta, a segunda uma bom romancezinho água com açúcar sobre condes e condessas de momentos logo apos a primeiro guerra mundial!!!





  • A saga que me conquistou:
    Série Castelo Animado - Diana Wynne Jones
Ah Diana Wynne Jones Roubou meu coração, Howl e Sophie são sem sombra de dúvidas os personagens mais marcantes do ano. O que seria de mim sem eles??? Li diligentemente os três livros da série e posso dizer que amei!!! Todos os três são tão diferentes, mas ão encantadores... 
  • O clássico que me marcou:
    Persuasão - Jane Austen
    A metamorfose - Franz Kafka
Quem não se apaixona pelo arrebatador amor de Anne Eliot e Frederick que atire a primeira pedra. e quem não se sente infeliz com a triste história de um rapaz que acorda e descobre que se tornou uma barata?? E pior, que depois de tal transformação passa ser ignorado por aqueles a quem ama???



  • O livro que me fez refletir:
    As 48 Leis do Poder
    Esse livro quase me fez surtar, o poder é algo estranho!! o livro é uma compilação de vários manuais sobre o poder, transformado todas as regras básicas em leis, ouse quebrar uma delas e você se ferra. Deveria ser chamado de o código do poder.
    Muito bom, mas fiquei zonza de tanta folcatrua que me ensinaram...


  • O livro que me fez rir:
     O castelo Animado - Diana Wynne Jones
    Esse livro é justamente engraçado por que tem elementos dos quais gosto de ver em livros: o casal principal brigando a beça e parecendo quase impossível um romance entre eles!!! Howl e Sophie garantiram minha alegria nesse livro.
    Quem não se engraça com encantador mago Howl, ou se derrete de compaixão pela delicada Sophie, ora atire a primeira pedra.
    E quem não ficou estasiado com aquele castelo animado??? ou  porta que dava para vários lugares diferentes?? 
  • O livro que me fez chorar:
    A desculpa, mas esse ano não livro nenhum que me fizesse chorar, pode me chamar do que for, sem coração, incensível, megera e etc e tal, mas simplesmente não houve nenhum que me fizesse chorar... Pelo menos estou sendo honesta, poderia simplesmente cortar esse item e pronto, mas resolvi responder honestamente!  

  • O melhor livro de fantasia:
    Marina - Carlos Ruiz Zafón
    Eu não li todos os livros dese autor, ainda, é claro, mas de todos que li sem sombra de dúvida Marina foi o melhor! Não que os outros livros do autor não sejam bons, mas é que não são tão envolventes quanto, ou talvez não tenha me envolvido tanto, mergulhei em uma Barcelona que nem que Daniel Sempere quisesse iria conseguir me mostrar... Acho que nem o cemitério dos livros esquecidos... Em fim, o autor disse que de todos os livros que escreveu, esse é o que ele mais gosta, eu concordo plenamente, também gosto muitíssimo, uma fantasia sem limites e precedentes...

  • O livro que me decepcionou:
Na dúvida, Pau no Réu -
Odiei! Na verdade li por que uma amiga me recomendou e emprestou, mas sinceramente odiei, não que a história seja ruim, de modo algum, é ótima, o problema foi o autor. O Migralhia pode ser um ótimo e renomado advogado, mas é sem dúvida um péssimo escritor, e coloca péssimo nisso.
O livro é coisa de amador, que não sabe nem escrever, se as peças processuais são boas, a escrita literalmente é péssima, o caso Wagno é interessante, mas o livro... Sem Comentários!!!

  • O livro que me surpreendeu:
    A menina que não sabia ler - John Harding
  • Esse livro me influenciou me surpreendeu negativamente. Achei ele razoável, o que estragou foi a paranoia de Florence em meados do livro. Achei muito forçado a parte em que a protagonista começa surtar, achei que o autor poderia ter escrito de maneira tal que não soubéssemos que ela estava delirando, acho que o ponto fraco do livro foi justamente esse, sem contar que, algumas coisas simplesmente ficaram no ar...



    • A frase que não saiu da minha cabeça:

    "O equivalente concreto que mais se aproxima de quando entramos em um  guarda roupa e chegamos a um mundo maravilhosos, é quando abrimos um livro."
                                                                                               (Gene Veith)

    O autor esta se referindo ao livro O leão, a feiticeira e o guarda roupa, quando as crianças entram no guarda roupa e se encontram em um mundo mágico!

  • O(a) personagem do ano:

    Isso não é justo! Deveria ser os personagens do ano... Eu realmente tenho que escolher??? Sacanagem...
    Então tá, não tem remédio mesmo né?
    Dr. Watson, como eu não poderia escolhe-lo? Amo todos, e amo cada um de uma forma diferente, no entanto, esse está na minha vida a mais tempo neh. E re-lendo as obras do Sir Arthur Conan Doyle, comecei a nutrir uma feição maior ainda por ele, não sei por que, mas gosto muitíssimo dele...

  • O casal perfeito:
    Isso daqui também não é justo! São os casais e não o casal. Recuso-me a escolher só um! Se eu não estivesse respondendo com base na leitura do ano, responderia Kelsey e Dhiren, mas analisei bem minha lista e não os colocaria como o casal perfeito, então acho que o casal perfeito é Sofie e Howl (Castelo Animado), eles são ótimos! Brigam por terem opiniões diversas, são engraçados e etc e tal.

  • O(a) autor(a) revelação:
    Leandro Narloch, o autor de o Guia Politicamente incorreto da história do Brasil, quando vi o livro que ele escreveu, não dei nada por ele. Mas quando li me apaixonei. Mesmo que  o livro dele seja uma espécie de ciência política, eu amei a forma irreverente dele de escrever, de querer quebrar os mitos e etc e tal. Ele escreve não muito bem, mas muitíssimo bem!!! hehe. Fiquei admirada com o trabalho dele. Tinha pensado na Collen Houck de a Maldição do Tigre, mas achei melhor dar crédito a um nacional, além do que pondo os pingos nos I's acho que ele escreve melhor...



    Então tive que escolher dois autores revelação, por que um só não seria o bastante, agora falarei do autor revelação internacional, e bem, o titulo fica com o Carlos Ruiz Zafón! Zafón conquistou meu coração com seu livro Marina, com um mistério, um suspense e uma rede de histórias e um final supper inesperado. A forma poetica como o autor escreve e arma sua trama e tudo que sempre sonhei de um livro, seus enredos são fascinantes, cheios de mistérios e alguns finais que nem sempre são felizes mas que sempre nos traz algum aprendizado. Esse autor merece todo o meu respeito, seus livros são cativantes, além de mostrar em todos os livros a importância e o amor pelos livros...





  • O melhor livro nacional:
    Eu não li muitos livros nacionais como gostaria e prometi, mas eu li. Se eu tivesse terminado de ler Lucíola, com certeza seria ele, mas eu não terminei de ler.
    Sem sobra de dúvida o que eu mais gostei foi o Guia Politicamente incorreto da história do Brasil, esse livro virou minha cabeça e não saia da minha boca, Leandro Narloch escreve de fora clara e descontraída, com uma dose cavalar de humor negro e sarcasmo... Quem nunca se perguntou se aquela história que estavam nos livros de história não era uma fabula de tão escabrosa que parecia ser??? 

  • O melhor livro que li em 2011:
    C'est très dificile!!! Não dá para dizer qual foi o melhor, é claro que teve alguns que simplesmente foram deploráveis... Mas deixa eles para lá! Tem muitos outros que eu gostei... Mas vou ficar mesmo é com A alma de o Leão, a feiticeira e o guarda roupa, do Gene Veith. Gostei muitíssimo, pois fala de uma obra que eu admiro muito e faz uma análise profunda sobre a mesma, além de conter grandes verdades sobre Deus.

  • Li em 2011 li 36 livros

    Ok, eu li pouco coisa a mais do que ano passado, mas achei bastante satisfatório, sério, com a vida cheia de coisa que eu tenho, é um número bem satisfatório. Além de que, esse ano foi bem equilibrado, ao contrário do ano passado, que eu comecei ler  muito mesmo em março/abril e no final do ano estava estava tão cansada e de ressaca literária que diminui bastante o ritmo. Em Janeiro li bastante, nos outros meses fui apenas administrando.

  • A minha meta literária para 2012 é:

    Minha meta literaria continua sendo 50! Acho que apesar de não ter lido tanto livros a mais do que ano passado, eu melhorei, além de que li mais do que o meu tempo poderia permitir. Minha meta continua sendo 50 e acho razoavel que assim seja, sem levar em consideração que o ano tem em media 52 semanas, e eu me recuso a ler mais do que um livro por semana(raramente leio mais do que um por semana). Amo ler, mas a vida não é feita só de livros, é muito bom aquelas fantasias que lemos, mas também necessitamos vive-las. Se ficar só lendo não dá, é muito importante, mas a vida também é feita de outras coisas. Volto a dizer que 50 é um número bom, é livro pra caramba, acho o suficiente para satisfazer minha fome literaria (ao menos por enquanto), e mesmo que eu passe toda a minha vida lendo, ainda assim não conseguirei ler todos os livros que almejo!

Um comentário:

Angélica Roz disse...

Oii Nat!
Amei o seu post! Ficou perfeitooo!
Já estou com Marina separado aqui! Vou terminar de ler hoje Calafrio e já vou pegá-lo.
A Sombra do Vento é perfeitooo! Faz parte dos meus favoritos! Acho que foi um dos melhores livros que li na vida!
Também tenho aqui, além de Marina, O Jogo do Anjo e O Príncipe da Névoa. Não vejo a hora de lê-los.
Acabo lendo tanta porcaria e esses que são maravilhosos vão ficando para depois. :s Por isso vou dar prioridade a eles agora em 2012.
A sua meta literária está mais que boa sim!! Acho que 2012 será um ano mais parado para mim quanto à leitura, pois a correria será grande por aqui. Mas, menos mal que aproveitei bastante 2011 para ler.
Enfim, um feliz Ano Novo para você!!
Foi um imenso prazer poder conhecer um pouco de você e o seu blog!
Espero que a gente não perca contato. :)
Bjss!!