29 de jan de 2011

O&P 1995 X 2005 - Personagens

Eu custei, mas enfim consegui adquirir Orgulho e Preconceito versão 1995(por um preço muito salgado, diga-se de passagem), e enfim pude tirar minhas conclusões.
E como tenho muito a dizer sobre ambas as adaptações, decidi compartilher minha opinião aqui com o meu blog. Por isso, se faz necessário que eu divida em varios post's. Neste primeiro momento quero falar sobre os personagens.
Embora a o filme de 2005 seja o meu predileto, pois foi ele quem me apresentou todo esse mundo de Jane Austen, tenho que ser justa e analizar ambas as versões a luz do bom senso! Com certeza, ambas tem pros e contras, e em algum aspecto um me agradou mais do que o outro, por isso achei necessário fazer um post tão minucioso.
Então vamos a essa ardua tarefa, vou destrinchar ambas adaptações e dizer o que mais me agradou em uma e em outra;
  • Quanto aos personagens

Darcy: Ouvi muito dizer que Colin Firth tenha sido o melhor Mr Darcy, mas me sinto obrigada a discordar independente do que fale os críticos, afinal de contas, a opinião é minha e não tenho que agradar ninguém. Achei a atuação de Firth primorosa, ele é um ator explendido, mas no que diz respeito a melhor Mr. Darcy sou obrigada a ficar com o Matthew Macfadyen , não por que ele foi o ator da primeira vez que vi o filme, mas por que apesar de os críticos estarem certos no que diz respeito a mudança dele para com Elizabeth foi um pouco brusca ao invez de gradual, ainda sim, acho que ele captou melhor a essencia do personagem. Quando ele se mostra apaixonado, ele realmente demonstra estar apaixonado, enquanto Firth se manteve distante e austero mesmo quando se dizia apaixonado. Mas devo dizer que Firth em alguns momentos me conquistou, por exemplo a parte em que ele escreve a carta, ele realmente parecia angustiado.

Elizabeth: Ainda tenho dúvidas de qual delas gostei mais, Jennifer Ehle como Elizabeth foi mais fiel a sua personagem, enquanto Keira também foi perfeita, mas deixou um pouco da meiguice de Elizabeth escapar-lhe. Elizabeth tinha uma língua ferina como na interpretação da Keira, mas ela também era meiga como Jennifer Ehle foi. No entanto, acho que Elizabeth no que diz respeito aparência, Keira ganha em disparada. Não por que uma é mais bela como a outra, mas Jennifer Ehle pareceu-me um pouco velha para o papel.
Os Bennet's: Sinto muito, mas detestei os Bennet's da versão 1995, con excessão é claro do Mr. Bennet, ele era um verdadeiro cavaleiro, e foi muito fiel ao livro, sem se exibir demais e sem passar despercebido. Já Mr Bennet dessa última versão eu detestei, ele era sarcástico em excesso ao ponto de ser grosseiro! Já as meninas bennet's, sem dúvidas pefiro as da última versão, simplesmente por que elas conseguiram representar suas personagens muito bem sem parecerem muito afetadas. A Lydia de 95 quase conseguiu me deixar estérica de tão chata que era, a de 05 não, ela era pra frente, alegre e tal sem parecer vulgar. Quanto a Mrs. Bennet, fico com a da versão atual, sem sombra de dúvidas, ela foi muito superior a sua antecessora, que do mesmo modo que Lydia parecia afetada demais, beirando ao vulgar. Meus timpanhos doiam cada vez que ouvia aquela mulher falar.

Jane e Bingley - Minha versão preferida de Jane também foi a da nova versão, apenas por um quisito, a beleza, no resto, ambas ficam empatadas, o único problema da Jane da primeira versão é que ela é muito velha para o papel e não é tão bela como a segunda. Quando ao bingley sou obrigada a dizer que ambos os dois me agradaram, e que conseguiram ser perfeitos bobões!


Caroline Bingley: é fato, gostei muito mais dela na versão atual, ela jogava as indiretas sem ser descarada demais, ela realmente parecia pertencer a uma classe superior, havia classe e requinte em seus modos, até na forma de rir. A versão antiga quase me matou, pois sempre imaginei Caroline, apesar dos apesares, como uma rival da Elizabeth, e essa nem se quissesse poderia apresentar qualquer obstáculo para o casal principal e além de que ela é muito velha para o papel!


Lady Katerine: Eu não pude deixar de comentar, pois apesar de ser uma personagem detestável, sou obrigada a dizer que a direção da BBC escolheu muito mal a atriz para interpretar essa personagem. A nova versão conseguiu acabar comigo, ela superou o próprio personagem, a sua atuação foi explendida(eu chegava a ficar aterrorizada quando ela aprecia, hehehe). Achei ela maravilhosamente perfeita. Enquanto a outra Lady Caterine parecia inócua, parecia ser só uma velha coita adoentada (aquela cara de songa monga? Sem comentários).

Mr. Collins: Esse deu racha, é muito difícil dizer qual é mais sem noção, ou qual foi melhor interpretado. Acho que ambos extrapolaram seus papeis e o apresentou muito bem, em ambas as versões tinha um desejo ardente de matá-los.

Charlotte: Achei a personagem de 95 muito superior do que a da versão de 2005, ela foi mais fiel a sua personagem, apesar de a amizade ter entre ela e Elizabeth ter ficado mais evidente na versão de 2005.

Mrs. Wickman: Não sei dizer bem qual traste foi o melhor! Eles foram trastes muito bons, apesar de que o da versão de 1995 tinha mais cara de mocinho do que de vilãozinho (eu quase não acreditei que ele fosse aquele patife), mas quanto a mostrar suas garras acho que o Mr Wickman da segunda versão ficou melhor. Mas ambos são muito bons.


Georgina Darcy: sinceramente, não gostei de nenhuma das duas, prefiro a versão do livro, mas se tivesse que escolher realmente, preferiria a da segunda versão (2005).
E por último:
Coronel Fitzwillian: O da sedunda versão ganhou em disparada, não gostei nenhum pouco dela na versão de 95, ele simplesmente me embrulhava o estomago!!!!
CONTINUA...

Nenhum comentário: