31 de dez de 2012

Retrospectiva Literária 2012


  • A aventura que me tirou o fôlego:
O nome do Vento - Patrick Rothfuss

  • O terror que me deixou sem dormir:
Nenhum,
não li livros de terror esse ano e geralmente eles não me deixam com medo!
  • O suspense mais eletrizante:
O Espião - Clive Cussler
Tah, o clive nem escreve tão bem assim e o livro dele é mais aventura que suspense,  mas foi bem bom. kkkk
    • O romance que me fez suspirar:
    Diário de uma paixão - Nicholas Sparks
    Não consegui chorar como uma professora disse que ela fez, mas certamente me impactou, o amor que transpõe barreiras desses protagonistas, é no minimo impactante.
    • A saga que me conquistou:
    Trilogia da Comida - Joanne Harris
    Bom, dizem que tem uma trilogia da Joanne Harris com esse nome, que eu suponho que seja: Chocolate, Vinho de Amoras e Cinco quartos da laranja, dane-se se não for. Li esses livros e me apaixonei, principalmente por Cinco Quartos da Laranja, Joanne tem um jeito todo especial de contar estórias e eu amo!
    • O clássico que me marcou:
    A máquina o Tempo - H.G. Wells
    Esse livro é simples e interessante, acho que é mais uma crítica social do que qualquer outra coisa, é muitíssimo interessante e é a base para diversos outros livros que tratam do assunto de viagens no tempo.
    • O livro que me fez refletir:
    Uma igreja com propósito - Rick Warren
    Livro Religioso. Rick mostra mais uma vezes que tudo, na opinião dele (e é verdade), tem um propósito e devemos estar atentos a isso, e desta maneira demostra como uma igreja que visa salvar almas deve focar em ter propósitos claros e precisos, além de lembrar o principal: servir a Deus com todo o coração.
    • O livro que me fez rir:
    Os correios do Tempo - Robert Silverberg
    Não é um livro de comédia, mas as memórias de Jud e a forma como ele as conta eram um tanto hilárias, fiquei muito feliz de ter lido esse livro, é um primor no que diz respeito a viagens no tempo, ao contrário de a Máquina do Tempo do H.G.Wells, o autor preocupou-se em explicar um pouco sobre como funciona as viagens do tempo, sem ser digamos, enfadonho.
    • O livro de fantasia que me encantou:
    O circo da noite - Erin Morgestern
    Eu realmente esperava que fosse só mais um livrinho qualquer, imaginei que fosse um romancezinho mequetrefe, mas a cada página que lia meu queixo caia, Erin tem um jeito diferente de contar histórias, ela não segue uma forma linear, e nem seus protagonistas são de fato protagonistas, tudo gira ao redor do circo e a sensação é de se estar fazendo um passeio dentro dele. Seria injusto ele não ser lembrado nessa retrospectiva.
    • O livro que me decepcionou:
    A mulher de preto - Susan Hill
    Já aviso, eu não terminei de lê-lo, cheguei na metade do livro e desisti, ele é simplesmente ruim! O filme também não fica para trás, na verdade dá um racha, pois é difícil dizer o que é pior, o livro ou o filme.
    • O livro que me surpreendeu:
    A casa das Orquídeas - Lucinda Riley
    • O casal perfeito:
    Noah e Allie
    • O(a) autor(a) revelação:
    Cristiane Lisbôa
    Fiquei chocada com o talento dessa Gaucha para escrever, eu daria qualquer coisa para que os livros dela tivessem o triplo do tamanho, pois o bichinha que escreve encantadoramente bem. Fiquei mais feliz ainda de alguns meses depois de resenhar o livro dela, ela visitar o blog e comenta a resenha que fiz, Amei d+.
    • O melhor livro nacional:
    Papel Manteiga para embrulhar segredos, cartas culinárias - Cristiane Lisbôa
    Ok, foi o único nacional que eu li esse ano, mas ainda que tivesse outros, esse sem sombra de dúvidas continuaria sendo o melhor. Por que Dona Virginia e Antônia encantam qualquer um, aquelas receitas sem pé nem cabeça com dicas da Dona Virginia é tudo de bom. Pena que o livro é fininho. Tô doida para ler a continuação... 
    • O melhor livro que li em 2012:
    O Prisioneiro do Céu - Carlos Ruiz Záfon
    Sim, Záfon me decepcionou com um livro tão fino e com tão pouca história, mas ainda sim O Prisioneiro do Céu foi um livro ótimo! Ótimo por que ele é o elo que conectou ainda mais O Jogo do Anjo a Sombra do Vento e mais, deixou mais perguntas do que as respondeu. A continuação irá sem sombra de dúvida, ser o desfecho incrível para essa tetralogia...
    • Li em 2012 27 livros.
    Bem menos do que os dois últimos anos, mas até eu mesma me perdoou, pois esse ano foi mais puxado do que o normal, pois tive que ler mais do que o normal para a faculdade por causa do meu projeto de monografia e monografia. Tsc, tsc, fazer o que né, é a vida. Acho inclusive que li muito dado a rotina desse ano, espero sinceramente ler muito mais ano que vem... 
    • A minha meta literária para 2013 é:
    50, por que enquanto eu não bater essa meta, será impossível almejar qualquer outra.

    2 comentários:

    Taty disse...

    Olá você leu bastante sim monografia dá um trabalho imenso, fiquei interessada no nome do vento, boa sorte na sua nova meta de leitura

    bjos e bom ano novo

    Natalie Baptiste disse...

    Olá Taty, muito obrigado pelo seu comentário, de fato, monografia não é fácil e sim o nome do vento é muito bom!