4 de jan de 2013

North & South - Elizabeth Gaskell


Nem sei como falar desse livro que me arrebatou a alma!
Para todos aqueles que gostam de um bom romance, esse é o livro. Mas não perca seu precioso tempo, acreditando que o que irá ler é um romance água com açúcar do qual irá terminar com um felizes para sempre. Não! Norte e Sul é mais do que isso, é um romance para se saborear e questionar os seus próprios valores morais.
Ora, tudo gira entorno da nossa amável Margareth Hale, uma mocinha que nasceu em Helstone, uma cidade ao sul da Inglaterra. Levando uma vida tipicamente rural (você sabe o que quero dizer se leu alguma obra de Jane Austen!), mas criada em Londres, sua maneira de ver o mundo é como qualquer pessoa do Sul pensaria que é o correto. Seu pai é um reverendo que dessiste da carreira eclesiástica por questões de "consciência" (é assim que é mencionado o tempo todo) e se muda para o Norte da Inglaterra com sua família. Vale uma ressalva, a visão de mundo dos habitantes do norte da Inglaterra é completamente oposta  a visão de mundo dos ingleses do Sul.
E assim se inicia nossa trama!
Em um dado momento é palpável as semelhanças com Orgulho e Preconceito, e aqui a uma informação digna de nota: o livro de Gaskell foi escrito e publicado alguns anos após O&P. Mas não se importune com isso, pois a semelhança só se diz respeito ao romance, por que de resto, acho que os livros são diferentes.
É impossível ler Norte e Sul e não fazer uma comparação com Orgulho e Preconceito, por que como já ressaltei, existe entre essa obras algumas semelhanças. Mais um comentário digno de nota antes de prosseguir: amo O&P, mas tenho que ser justa no que diz respeito a minha opinião, se comparando esses livros, vejo que a obra de Gaskell é mais rica, mais direta no que se busca alcançar e tem uma crítica social descarada, e ás vezes a sensação é de que em momento algum o romance é o seu tema central.
A relação entre os protagonistas é idêntica a de Orgulho e Preconceito, e Mr. Thorton perde em disparada para Mr. Darcy (principalmente em sua declaração), mas eu gosto mais do primeiro do que do segundo, por que Thorton parece ser de carne e osso, enquanto Darcy me parece um homem intangivel, inalcansável.
Margareth Hale é uma personagem cheia de personalidade e diferente de Elizabeth Bennet que é extremamente irônica, ela é audaciosa e desaforada, com ela não há meias palavras, é tudo direto ao ponto.
O ponto chave da obra são a criticas sociais nela embutidas, a autora é mordaz, critica a indusrialização desenfreada, dos direitos trabalhistas e a luta por uma vida mais digna e justa, da discrinação entre as classes sociais, etc. São tantos pontos que ela explora...
Como disse, ao contrário de  Orgulho e Preconceito, Norte e Sul é um romance mais sólido, mais próximo do real, enquanto o primeiro me parece mais um conto de fadas.

Mr. Thorton e Margareth Hale
Não posso terminar esse post sem dizer que vale muito apena ver aa série que a BBC fez baseada nessa obra, o preço pode ser um pouquinho salgado, mas vale a pena, é muito boa, Richard Armitage eternizou Mr Thorton, e Daniela Denby-Ash desempenhou muito bem o papel de Margareth Hale sendo bastante fiel ao original. No que tange o livro, até pouco tempo atrás não existia uma edição em português, as obras de Gaskell não foram muito difundidas por aqui, mas recentemente a ilustríssima editora Landmark lançou um versão bilingue (português/inglês) dessa obra. O preço esta por volta de R$ 45,00, salgadinho, mas vale a pena! 

Nenhum comentário: